sábado, 21 de abril de 2012


..
A polêmica sobre o exercício da acupuntura e o Ato Médico

  
  Esta postagem é uma opinião minha (que fique claro), e será mais crítica do que informativa, pois este assunto já deve ser sabido por todos. No mês passado (março), veio à tona a notícia de que somente médicos poderão exercer a acupuntura, que também é uma área de atuação do biomédico (falei dela nest post).
  Oras, não foi da noite para o dia que conseguimos o direito de exercer tal função, pois somos capacitados na graduação para entender o corpo e seu funcionamento, assim como muitos outros profissionais da saúde. E de repente, uma classe (que nem de perto é superior, somente igual à outras) nos tira este direito. Não digo isso somente pelos biomédicos, mas por fisioterapeutas, farmacêuticos e demais profissionais. Os farmacêuticos já se pronunciaram contra esta medida, que será revista até o final do julgamento. Mas e o CFBM? Biomédicos ficarão de braços cruzados? É preciso que algo seja feito, e rapidamente.
  O mesmo questionamento levantado por Paulo Varanda, do Grupo de Trabalho de Práticas Integrativas e Complementares, é o que eu me faço: "É hoje uma atividade legal. Essas pessoas ficarão sem emprego?". 
  Os médicos e o Conselho Federal de Medicina levantam a hipótese de que os profissionais que trabalham com a acupuntura "devem saber o que estão fazendo". É exatamente para isso que existe a graduação, e posterior especialização, assim como qualquer profissional! 
  Vale lembrar de quão intensa foi a indignação dos profissionais da saúde à confirmação do Ato Médico. Por pouco, nós biomédicos, não fomos privados do exercício à citopatologia. Mas coisas absurdas faziam parte do projeto, e coisas absurdas receberam votos a favor e agora serão restritas aos médicos.
  Nenhum profissional é formado para fazer tudo, e nenhum deles conseguirá fazer tudo sozinho. É exatamente por isso que a área da saúde é dividida em setores, e o conjunto desses profissionais é o que fará o bem da sociedade, e não apenas uma classe atuante. Talvez o número de médicos para tantas funções seja inferior à demanda de pacientes que necessitam de atendimento. E o que fazer? Tais decisões que estão sendo tomadas ferem o rumo da saúde brasileira, que já é precária. O favorecimento de uma classe acaba por ferir profissionais que se dedicaram por anos de sua vida para exercer funções de manutenção e melhoria da saúde humana. 

P.S.: a intenção desta postagem não é desmerecer nenhum profissional, sobretudo médicos. Todos são extremamente importantes para a saúde. Acredito que sejamos como um quebra-cabeças, e sem uma das peças, não conseguimos terminar. É de se pensar quanto ao que estão fazendo com a saúde do Brasil, e pensar como será o futuro disso tudo.
  
3 comentaram

3 comentários :

Mariana disse...

Eu conheço uma pessoa que tinha problemas das costas e com a acupuntura ele se curou... é incrível mas funciona. Ele é doutor em citopatologia e não acreditava tanto nisso, mas agora está feliz.

Thassia Teodoro disse...

Sim,funciona mesmo. Assim como tudo o que vem da Medicina Chinesa. :)

Anônimo disse...

Temos que nos reunir e brigar pelos nossos direitos,pois eles querem tudo pra eles. Palhaçada!!!

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...